Tentaram clonar meu WhatsApp: Como eu não caí no golpe do telemarketing?

Tentaram clonar meu WhatsApp: Como eu não caí no golpe do telemarketing? thumbnail
Quem diria que cerca de duas semanas após eu ter publicado este artigo sobre o golpe do telemarketing, eu seria o alvo dos bandidos? Pois então, foi exatamente isto que aconteceu. Tentaram clonar meu WhatsApp, e o pretexto utilizado para me abordar foi um anúncio meu no Mercado Livre, uma plataforma de compra e venda…

Quem diria que cerca de duas semanas após eu ter publicado este artigo sobre o golpe do telemarketing, eu seria o alvo dos bandidos? Pois então, foi exatamente isto que aconteceu. Tentaram clonar meu WhatsApp, e o pretexto utilizado para me abordar foi um anúncio meu no Mercado Livre, uma plataforma de compra e venda online. Além disso, a plataforma foi o meio pelo qual os golpistas conseguiram meu nome e meu telefone.

Tentaram clonar meu WhatsApp: Como não caí no golpe do telemarketing

Sim, tentaram clonar meu WhatsApp. Acabei de receber uma ligação de São Paulo (DDD 11), lembrando que moro no Rio Grande do Sul, aonde fui abordada por um falso atendente de telemarketing. E o jeito dele falar realmente parecia um verídico trabalhador desta área.

Tentaram clonar meu WhatsApp

Entretanto, notei que ele falava rápido demais, quase não entendia o que ele falava, e essa técnica faz parte da estratégia dos golpistas. Isso porque, ao falar muito rápido, você acaba ficando confuso, e mais propenso a dar a informação que o criminoso quer: O código de instalação do seu WhatsApp.

Meus dados foram coletados de um anúncio meu no Mercado Livre. O anúncio em questão é um caminhão que está à venda por R$ 32 mil. Ao ser abordada pelo telefone, o golpista se identificou como funcionário do Mercado Livre e me informou que precisava confirmar se era realmente eu que estava vendendo o produto. Eu falei que sim, era meu mesmo, e ele pediu que eu confirmasse o recebimento de um SMS com 6 dígitos, que era para não tirar o anúncio do ar.

Mensagem do WhatsApp diz para não compartilhar o código

Até aí, eu estava acreditando que poderia mesmo ser uma confirmação do Mercado Livre, pois nunca anunciei um produto deste valor, e pensei que poderia ser real a confirmação. Mas quando fui acessar a mensagem, reparei que não era do Mercado Livre, e sim do WhatsApp Bussiness. Aliás, a própria mensagem dizia que eu não deveria compartilhar este código. O número em questão era o PIN de autenticação, que o criminoso queria para clonar o WhatsApp.

Tentaram clonar meu WhatsApp

Foi então que constatei que se tratava do golpe do telemarketing: Falei pra ele que não iria informar código nenhum, porque a mensagem que recebi não era do Mercado Livre, e sim do WhatsApp, e que eu sabia que ele estava tentando me aplicar um golpe. O bandido desligou a chamada imediatamente.

Importante é notar que o tentaram clonar meu WhatsApp em pleno feriadão de Carnaval, ou seja, se eu tivesse caído no golpe do telemarketing, teria dificuldades de conseguir ajuda.

O que os golpistas fariam com o meu WhatsApp?

Após aplicar o golpe do telemarketing, os bandidos provavelmente começariam a entrar em contato com meus amigos e familiares se passando por mim. Na conversa, eles pediriam dinheiro emprestado, como se fosse eu.

Entretanto, eles dariam a conta deles para a pessoa fazer depósito, e seria capaz de que algum dos meus amigos acabar achando que era realmente eu quem estava pedindo e, dessa forma, fazendo o depósito do empréstimo.

E o WhatsApp, não faz nada sobre o golpe do telemarketing?

Na última quarta-feira (19) o Procon de SP notificou o WhatsApp, OLX, Zap Imóveis e Mercado Livre sobre o golpe. O órgão de defesa do consumidor exige que as plataformas tomem providências a fim de dar mais segurança aos seus usuários. Segundo a empresa de segurança digital PSafe, quase 200 mil brasileiros já caíram neste golpe e tiveram sua conta no WhatsApp clonada, apenas no mês de janeiro.

E o que o WhatsApp diz sobre isso: Nada! Pois é, o WhatsApp não quis comentar procedimentos de investigação, de acordo com o site UOL.

E o Mercado Livre, não faz nada sobre o golpe do telemarketing?

O Mercado Livre informou que recebeu a notificação do Procon-SP. Entretanto, a plataforma alega que em seu marketplace, os dados de usuários, compradores e vendedores, não ficam expostos. Além disso, a empresa diz que para garantir a segurança dos usuários, dados de contato como endereço de e-mail e número de celular não devem ser informados a outros usuários diretamente antes da concretização da venda por meio da plataforma.

Entretanto, em anúncios de veículos, imóveis e serviços, o cliente pode ver o número de telefone do vendedor, e isso serve para facilitar a negociação. Mas parece que a exposição do número de celular do vendedor terá que ser revista, haja vista os golpes que estão ocorrendo.

Autenticação em dois fatores do WhatsApp poderia me salvar do golpe do telemarketing

Mas, mesmo que eu acabasse revelando ao malfeitor o código, ele não conseguiria instalar minha conta no seu smartphone porque uso a autenticação em dois fatores. Isso quer dizer que, ao tentar logar minha conta no aplicativo, ele teria que inserir minha senha de 6 dígitos, e ele não saberia qual é. Essa é uma das dicas que vou dar abaixo para que você também saiba se desvencilhar deste tipo de golpe.

Como não cair no Golpe do Telemarketing no WhatsApp?

Como eu falei anteriormente, o falso atendente de telemarketing do Mercado Livre foi muito ardiloso ao me abordar. Eu só suspeitei que era golpe pela mensagem, que não era endereçada pelo Mercado Livre, e sim pelo WhatsApp. Entretanto, eu sou uma profissional desta área, afinal, cá estou, e estou por dentro dos golpes do WhatsApp. Mas me pego pensando, o que aconteceria se os criminosos abordassem meus pais, que já são mais velhos? É provável que eles seriam víticas.

Para além de ficar esperto, você pode se precaver para não cair no golpe da clonagem do WhatsApp. A primeira coisa que devemos dizer é que nunca se deve compartilhar códigos que vem por mensagem SMS. Outro detalhe importante é sempre ler com atenção o conteúdo da mensagem, pois como falei anteriormente, o WhatsApp envia na própria mensagem o alerta para não compartilhar aquele código.

Ademais, sempre deixe ativada a autenticação em dois fatores, pois caso você caia no golpe, isso previnirá que o malfeitor consiga clonar o WhatsApp. Assim, toda vez que alguém tentar logar seu WhatsApp, terá que inserir uma senha de 6 dígitos que você escolheu.

Como fazer a autenticação em dois fatores do WhatsApp para não cair no golpe do telemarketing

  1. Primeiramente, abra seu WhatsApp, clique nos três pontinhos no canto superior direito para abrir o menu.
  2. Após isso, selecione a opção “Configuração”.
  3. Escolha a opção “Conta”.
  4. Clique em “Confirmação em duas etapas”.
  5. Clique em “Ativar”.
  6. Insira um PIN de 6 dígitos que será solicitado quando você registrar seu número de telefone no WhatsApp.
  7. Confirme seu PIN.
  8. Adicione um endereço de e-mail à sua conta para redefinir seu PIN caso você o esqueça e para proteger sua conta.
  9. Confirme seu endereço de e-mail.
  10. Pronto, a confirmação em duas etapas está ativa no WhatsApp.

Enfim, gostou da matéria?

Então, nos siga no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais,  empréstimos e matérias relacionadas ao mundo de fintechs.

Imagem: Daniel Constante / shutterstock

Read More